> M: Lei Seca

Lei Seca

Lembro perfeitamente quando foi colocado em votação o projeto de Lei da Veredora Marli sobre a questão da venda de bebidas alcóolicas nas imedidações da Universidade. O projeto foi contestado e reprovado pela maioria dos edis, sendo que muitos deles sequer tiveram realmente a curiosidade de avaliar o problema em questão. Por ordem superior, rejeitaram o projeto. Agora, por ordem superior (projeto enviado a câmera pelo executivo), os mesmos edis aprovaram em regime de urgência um projeto singular e de mesmo teor que o rejeitado anteriormente. Então fica duas questões muito importante como lição neste processo:

1. Os legisladores maringaenses são extremamente rápidos para discernir entre o que é bom ou mau para a cidade, principalmente porque a ordem sempre vem do executivo municipal e portanto não se discute.

2. O que era ruim num primeiro momento para o prefeito passou a ser importante a medida que uma avaliação mais criteriosa apontava como única solução para o problema, o projeto rejeitado anteriormente.

obs:
mas estamos felizes em saber que o prefeito teve o bom senso de ver a melhor solução para o problema.
...O prefeito poooode. Os pau-mandados não pooooodeeemmmm.

...Os líderes estudantis estão de brincadeira em apoiar um movimento de protesto contra a Lei. Acho que devíamos estar empenhados em fiscalizar as gestões, as aplicações de recursos, os processos licitatórios e as verdadeiras causas que podem melhorar a qualidade de ensino e de convivência dentro do campus universitário, ou será que os movimentos estudantis mudaram tanto nestes últimos anos???

0 comentários:

Blog Archive

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP